Sistema de Água

O Sistema de Abastecimento
 
O sistema de abastecimento de água do SAMAE compreende as seguintes etapas:
- Captação
- Adução de água bruta
- Entrada d'água na ETA (Estação de Tratamento de Água)
- Coagulação
- Filtração
- Desinfecção
- Fluoretação
- Controle de Corrosão e Controle de Qualidade da água
- Adução de água tratada
- Reservação
- Distribuição
 
Captação 
A captação de água bruta de Ibiporã esta construída numa área de 175 m2 e é composta por 02 conjuntos moto-bombas, 02 quadros elétricos de acionamento e comando dos motores, com funcionamento alternado. Na parte externa existem 02 transformadores elétricos trifásicos de 750 KVA e cabine elétrica blindada de medição, proteção e distribuição, de 13.8 KV. A água é captada de um manancial chamado Ribeirão Jacutinga, por meio de um reservatório de acumulação e elevação do nível da água.
 
Reservatório de Acumulação
- Capacidade: 15.000 m3
- Vazão critica estiagem: 700 l/s
- Vazão captada: 201,4 l/s
- Potencialidade Máx. captação: 3000 l/s
 
Tomada d'água
São dois canais, com grade de retenção de sólidos grosseiros , dois desarenadores, duas válvulas de pé com crivo, com tubulação de 500 mm.
Altura da Válvula de Pé com Crivo: 3,5 a 4.0 m. / Diâmetro dos tubos de sucção: 500 mm.
 
Casa de Bombas
A Casa de Bombas funciona com dois conjuntos Moto Bombas de eixo horizontal, 600 CV, 2300 V, sendo a bomba de marca KSB RDL 200.620 A, Vazão ( Q ) 576 m3/h, 1750 rpm, H 145 mca e motor marca Weg modelo KGF 355-D, 1778 rpm, H 1000m, trabalhando alternadamente, em um período de 07 (sete) dias, funcionando 14.0 horas/dia.
 
O barrilete de sucção é de Fo.Fo. de 500mm e o recalque de 400mm, além da válvula de retenção, válvula antigolpe de ariete e registro de manobra.
 
Adução 
O volume de água bruta aduzido é de 204.1 l/s.
- NAmáx na ETA: 508.70m / - NAmáx na captação: 373.50m
- Altura Geométrica (Hg): 135.20 m / - Altura Manométrica (Hm): 177.42 m
- Comprimento da adutora ( L ) 500mm: 1644.00 m
- Comprimento da adutora ( L ) 300mm: 1296.00 m*
- Comprimento da adutora ( L ) 400mm: 1296.00 m*
                * Rede trabalhando em paralelo.
 
Tratamento 
As instalações que compõem especificamente Estação de Tratamento de Ibiporã compreende uma área de 860 m2, disposta em um prédio de 03 (três) pavimentos, da seguinte maneira:
 
No primeiro pavimento estão instalados o reservatório de contato com bombas dosadoras e barriletes de controle dos cilindros de cloro, tanques de solução, dispositivo de recalque de água para análise de cada filtro.
 
No segundo pavimento, laboratórios físico-químico e bacteriológico, escritório, galeria de comando dos filtros e sanitários (área interna). Na parte externa do segundo pavimento, poço de chegada da água bruta, Calha Parshall, Floculadores Mecânicos, Floculadores Hidráulicos, decantadores e filtros.
 
No terceiro pavimento, 02 (dois) tanques de sulfato de alumínio e uma sala para reuniões e cursos.
 
Poço de Chegada
É onde o líquido recalcado chega e onde se faz a coleta para análise, para se verificar possíveis alterações de suas características, fazendo com que a dosagem dos agentes químicos, sejam alteradas conforme os resultados das análises obtidas.
 
O poço de chegada também faz com que o líquido recalcado reduza o seu turbilhonamento, permitindo que a Calha Parshall, na sequência do processo, faça a medição da vazão de chegada.
 
Entre o poço de chegada e a Calha Parshall é aplicada a cal primária, para correção do pH e após a calha, o sulfato de alumínio isento de ferro.
 
O local da aplicação do Sulfato de alumínio é chamado de Câmara de Mistura Rápida.
 
Após receber os primeiros reagentes, a água bruta percorre uma canaleta até o vertedor que dá acesso aos floculadores.
 
Neste ponto é feito a coleta para se verificar o nível do pH para correção ou não da dosagem da cal primária.
 
Floculação
 Dois floculadores mecânicos, uma canaleta de água floculada e 03 (três) floculadores hidráulicos.
Decantação
 A E.T.A dispõe de dois decantadores horizontais, funcionando em paralelos, com fluxo horizontal.
Filtração
 São cinco filtros, tipo rápido de areia, com fluxo descendente, de oito camadas.
Desinfecção
O desinfectante é um agente capaz de destruir os germens patogênicos.
Fluoretação
 A fluoretação da água de sistemas públicos de abastecimento destina-se a suprir a deficiência natural de flúor da maioria das águas "in natura".
 
Adução, Reservação e distribuição de água tratada
A água após passar por todo o processo de tratamento, clarificação, desinfecção, correção de pH e aplicação de flúor irá para os reservatórios:
- Semi-enterrado com capacidade de 3500 m3.
- Enterrado com capacidade de 1500 m3.
- Elevado com capacidade de 300 m3.
 
O sistema de reservação é dotado também de uma estação de recalque, que eleva a água até a cota 525, que é a cota do reservatório elevado.
 
O reservatório elevado é dotado de um sensor que aciona ou desliga automaticamente o conjunto moto bomba da estação de recalque conforme o nível da água.
 
Área de abrangência dos Reservatórios: Enterrado e Semi-Enterrado: Zona Norte e Zona Sul
                                                                                Elevado: Zona Oeste e Zona Leste.